Como lidar com a preparação para concurso público

Quem estuda para concurso público e está determinado a ser aprovado precisa aprender a lidar com os altos e baixos dessa decisão, o que inclui as críticas que podem se interpor pelo caminho, vindas da família, de amigos ou de concorrentes. O assunto é muito importante e será o tema do artigo desta semana. Espero que minhas palavras contribuam um pouco para o sucesso de todos os que resolveram abraçar a nobre causa do estudo para concurso.

Com base em minha experiência de veterano concurseiro, com oito aprovações em diversas seleções para cargos públicos, e de não menos veterano professor da área, com mais de vinte anos de atuação, uma coisa eu posso garantir: a melhor estratégia para superar as fases ruins é concentrar-se no plano de estudo, sem dar ouvidos a comentários depreciativos a respeito de si ou de suas técnicas de estudo.

Se você está mesmo decidido a passar num concurso, vá em frente e mergulhe de corpo e alma, e não apenas de cabeça, nesse que é o seu projeto para um futuro melhor. Pode acreditar: agindo assim, você estará no caminho certo. Só não feche os ouvidos para os que têm algo de positivo a lhe dizer. É importante ouvir as contribuições de pessoas mais experientes em quem você confia, como os professores, os pais e os candidatos que, com mais tempo na “fila”, desejam de fato ajudar.

Outra técnica bastante eficiente na jornada rumo ao almejado cargo público é a autoavaliação. A reflexão sobre o próprio desempenho e sobre o andamento do projeto de conquistar uma vaga no serviço público tem de ser praticada em todas as etapas da preparação para concurso. Antes de tudo, você precisa entender que não dá para viver bem sem ter descanso vez ou outra. E o ócio bem-dosado costuma ser muito produtivo para a vida do concurseiro, pode crer. Não vale a pena mergulhar nos sonhos e se esquecer de relaxar de vez em quando. Nos dias livres, realize atividades que lhe proporcionem bem-estar e permitam refletir sobre seus objetivos e metas. Esses momentos são perfeitos para fazer a tal autoavaliação.

Aprenda também algo que será muito importante, não apenas nos estudos, mas em toda a sua futura vida profissional: só consegue ser eficiente quem tem a cabeça boa. Recordemos o antiquíssimo conceito latino, que você deve ouvir desde os tempos do ensino escolar: Mens sana in corpore sano. Acho que nem preciso traduzir, pois está muito claro, e o que interessa é a ideia, e não o significado literal: Um corpo legal não funciona sem uma mente legal. Para se destacar em qualquer área, é importante encontrar esse equilíbrio. Momentos e dias difíceis fazem parte da vida. Você deve encará-los como algo que vai ajudá-lo a valorizar ainda mais as vitórias.

O caminho para todas as riquezas da vida depende da autodisciplina. Esse é outro ensinamento que me é útil desde que me entendo por gente. Faço questão de compartilhá-lo com você que me lê. Se até agora suas tentativas não tiverem dado resultado, não fique remoendo insucessos. Use a memória para guardar apenas lembranças boas e conteúdos que devem estar na ponta da língua no dia D. Assim, caberá mais felicidade em sua alma, o que será decisivo para o sucesso na hora de entrar na sala e enfrentar as questões propostas pela banca examinadora.

Sei que lidar com a dor do estudo para concurso nunca é fácil. Tantas são as complexidades envolvidas ao longo da preparação… Por isso, mais um conselho: pense bem antes de tomar uma atitude qualquer e, sobretudo, antes de escolher a carreira, para não se arrepender quando pode ser tarde demais para mudar o foco. Não espere que seu sucesso profissional aconteça do nada. Você precisa traçar um plano de longo prazo e persegui-lo com ímpeto para as coisas acontecerem.

Volto a destacar a importância da autodisciplina para que tudo dê certo. Essa é uma ferramenta indispensável para a autoestima e a felicidade. É preciso cultivá-la em sua mente para que seus hábitos de estudo se tornem um prazer em vez de um sacrifício. Você terá de descobrir no dia a dia a melhor maneira de conseguir isso, pois a busca por seus sonhos precisa ser constante. Nunca desista deles e – o principal – não chame essa perseverança de ambição. Chame-a, sim, de força de vontade, que é algo sempre positivo. Contudo, se definitivamente algo não der certo e for necessário alterar suas metas, tudo bem. Que venham as mudanças. O importante é seguir em frente e, finalmente, alcançar o sucesso, que é a aprovação para o sonhado cargo público. Que fique bem claro: a única coisa que você não pode é pensar em desistir no meio do caminho.

Para concluir, mais um princípio pessoal que sempre me levou a atingir meus objetivos: manter a motivação em alta ajuda a tomar as melhores decisões. Só não confunda essa postura com a conhecida “cabeça quente”, que é algo bem diferente. Deixar a cuca na temperatura certa é essencial para garantir aprovações e boas classificações. Então, não exagere na autoconfiança na hora de fazer a prova. Pode ser algo perigoso. Por fim, lembre-se de que o estudo é o melhor caminho para o concurseiro assegurar a estabilidade financeira, com a conquista do seu

FELIZ CARGO NOVO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *