Luiz Fernando Duarte de Almeida – Primeiro lugar no TST

Em 2006 me preparei para o concurso do TSE. A prova aconteceu em janeiro de 2007. Não fiz cursinho, fiquei em oitavo, subi para a quinta colocação em função dos títulos que tenho. Estudar para competir com essa rapaziada é muito difícil. A UnB forma grandes e fantásticos arquivistas – os caras são muito bons!

Em 2006 me preparei para o concurso do TSE. A prova aconteceu em janeiro de 2007. Não fiz cursinho, fiquei em oitavo, subi para a quinta colocação em função dos títulos que tenho. Estudar para competir com essa rapaziada é muito difícil. A UnB forma grandes e fantásticos arquivistas – os caras são muito bons!

Em seguida, veio a prova do MPU. Tirei férias e levei o regimento para praia, voltei bronzeado e fiquei em décimo quarto. Ah se tivesse feito o curso do Bertrand!
Saiu o edital da Câmara. Salário atrativo. Estudei regimento com o Sandro, fui bem na prova objetiva. Dessa vez fiquei no resumo!

Virei a página e, como sempre, voltei à estaca zero – rever material e exercitar até enjoar de ler e ter insônia. Quando saiu o edital do TST, meu amigo Konrad Augusto mandou um e-mail dizendo: chegou a sua vez! E eu acreditei no cara. Ele foi o primeiro do MPU e da PF em 2004 – é desses “concurseiros” que faz prova até para atravessar a rua.

Diante disso, procurei iniciar os estudos e intensificá-los. Dessa vez resolvi fazer cursinho de todas matérias. Só não fiz da específica (tenho uma caixa com quase todas as provas de concursos anteriores de arquivista. Tem prova que já repeti mais de dez vezes, e cada vez que repito consigo aprender um detalhe diferente).

Para encurtar, consegui a proeza de acertar em 150 questões – não deixei questões sem resposta -, todas de informática – graças as ótimas aulas que tive com o Gláucio; todas de Regimento, graças ao Bertrand; das vinte e cinco de português fiz o sinal de positivo e gritinhos vinte e uma vezes, o meu filho de 7 anos aprendeu a dar gritinhos quando se acerta uma questão – errei quatro – foi mal Fernando e Claiton! De arquivística, das 100 acertei 86. Computando: 114 pontos líquidos e 8,32 na redação. Essa devo ao Fernando Moura. Portanto, fiquei, finalmente, em primeiro lugar em um concurso que tanto desejava.

Deixo algumas dicas que segui para alcançar bons resultados em concurso.São as seguintes:

•Planejar sua vida, desde tempo para estudos até para a família;
•Ter uma boa biblioteca e bons amigos;
•Colecionar provas de concursos anteriores, e livros com provas comentadas;
•Exercitar todos os dias, 70% do tempo em exercícios, 15% do tempo em pesquisas para ampliar a visão que se tem das questões exercitadas, verificar a freqüência que um assunto cai e como ele é pedido; 15% do tempo dedique  a  novas matérias;
•Nunca faça um curso sem uma boa leitura do que irá acontecer durante a aula, anote sempre as dúvidas – isso fará com que se aproveite o máximo das aulas, e evite perguntas básicas – se você só tem perguntas básicas é porque não está se dedicando em casa;
•Nunca assista a uma aula sem estudar o assunto antes; só tem dúvida quem estuda!
•Exercite ! Imagine todas as possibilidades que a banca possa explorar determinado questionamento. Não ache que tudo é peguinha! Se você estudou, relaxe! Não existe questão difícil para quem se dedica;
•Nunca deixe de cumprir o planejado, inclusive o tempo livre com a família;
•Ouça seus colegas na sala de aula, muitas vezes nos ensinam mais do que nossos professores;
•Estude a matéria sempre que chegar da aula, jamais durma com dúvidas…
•Procure cumprir o conteúdo pelo menos 2 semanas antes da prova, tente projetar possibilidades de questões na prova – o Bertrand, para mim, é um dos maiores estrategistas  em Regimento, ele ensina a gente a enxergar possibilidades no Regimento – é fatal, na hora da prova, como ele diz, a gente sempre lembra dele;
•Nunca subestime uma questão,  valorize tudo, leia a questão até o final. Em síntese, seja humilde diante da prova.
•Por último, procure superar a si próprio. Somos o maior obstáculo para o nosso sucesso.

Deixo-os com uma máxima que aprendi essa semana: “a vida é feita de escolhas. Cada escolha uma renúncia”. Com desejo de sucesso a todos que almejam a aprovação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *